Rádio Globo entrevista Meiry Kamia – Perguntas e Respostas

Clique no Podcast 

EM:

01) Trabalho faz pouco tempo em uma empresa, cerca de 5 meses, e venho convivendo com muita fofoca no dia-a-dia. Ouço coisas absurdas diariamente, e inclusive eu venho sendo motivo de fofocas, isso tem me desmotivado muito, sou boa profissional, faço meu trabalho corretamente, mas não consigo lidar emocionalmente com essas questões de fofocas no meu trabalho. Meiry me sinto péssima, e quero muito seu conselho, o que faço? Quem pergunta é a Juliana

02) Estou prestes a subir de cargo na empresa no qual trabalho, motivo de muita alegria pra mim, mas ao mesmo tempo preocupação em lidar com situações novas, o que você me aconselha nesse sentido, sobretudo na questão emocional, o que devo e não fazer nessa nova fase profissional? Quem pergunta é a Paola

03) Minha esposa é uma pessoa muito comunicativa, conversa com todos e procura sempre auxiliar as pessoas sempre dando conselhos. Mas ultimamente isso vem me incomodando demais, tenho sentido insegurança, pois ela trabalha num ambiente onde tem muitos homens, faz um ano que ela trabalha nesse local, e nessa área que ela trabalha, muitos dizem que rola muita azaração, pessoas que se relacionam com pessoas casadas e comprometidas, situações que rolam casos dentro do próprio local de trabalho, como relações sexuais. O que faço Meiry? Já questionei algumas coisas, mas ela se irrita, diz que não a respeito, que não tenho confiança nela, e ela diz que pode rolar essas coisas lá dentro, mas que ela me ama, e jamais faria isso. O que faço? Já que ela vive no Facebook e no Whatsapp, dando atenção as pessoas do trabalho, inclusive os “os amigos homens”. Você acha que é ciúme obsessivo ou insegurança? Me ajude Meiry – Quem pergunta é o Ricardo

04) Como faço pra lidar melhor com minhas frustrações amorosas, uma pessoa que me relacionei durante um tempo, não quer mais saber de continuar a relação. Ela pediu um tempo pra pensar em tudo, do tempo que estamos juntos, cerca de 2 anos, mas devido aos meus ciúmes e falta de confiança, discutíamos muito, ela muitas vezes chorava muito. Até o ponto que um dia, ela disse vamos dar um tempo. Ela me procurou, disse que sou uma pessoa maravilhosa, mesmo com meus defeitos, que eu devo me tornar mais seguro e confiante, mas que nossa relação não tem mais jeito mesmo, que ela continuará sendo sempre minha amiga para o que for. Estou decepcionado demais, me culpando pelo meu comportamento, estou muito mal e não consigo tirar ela da minha cabeça, sofro vendo o Facebook dela, pra saber se já está com outro. Como faço pra superar tudo isso Meiry? Quem pergunta é o Marcelo