Jornal Nippak – Construa sua Marca Pessoal

EM:

TEMA: “CONSTRUA SUA MARCA PESSOAL”

 

Pense em uma marca de refrigerante. Agora pense num(a) cantor(a) famoso(a). Por último, pense em um(a) profissional referência em sua área de atuação. Perceba que, quando você pensa em cada um desses itens, as imagens do produto ou pessoas não aparecem sozinhas em sua mente, de forma neutra. Ao contrário, elas vêm acompanhadas por valores, sensações (boas ou ruins) de experiências anteriores e promessas (expectativas).

Da mesma forma como somos influenciados pelas marcas dos produtos e das celebridades, que nos fazem sermos consumidores (ou não) de determinados produtos, sermos clientes (ou não) de determinadas empresas, sermos fãs (ou não) de determinados artistas, nós também carregamos, sem sequer perceber, a nossa Marca Pessoal. Essa marca também possui a sua força capaz de influenciar (ou não) o comportamento de outras pessoas, assim como nos faz sermos desejados (ou não) enquanto profissionais.  

A nossa Marca Pessoal tem a ver com o que nós somos como pessoa, e isso envolve a nossa personalidade, a forma como nos vestimos, o carro que temos, os valores que defendemos, a nossa conduta na vida, e também está relacionada às habilidades que possuímos. Ela resume a imagem que as pessoas fazem de nós. Já foi apresentado a alguém que disse “ah, já ouvi falar muito de você”.  Pois é, muitas vezes, a nossa Marca Pessoal chega antes de nós.

Uma Marca Pessoal trabalhada de forma consciente e estratégica valoriza suas qualidades tornando-o um profissional diferenciado e desejado pelos seus clientes. Se você for assalariado, você terá maiores chances de se recolocar e crescer profissionalmente, ou seja, passará longe do desemprego, visto que 80% das recolocações no mercado são feitas por indicação. Se você é um profissional liberal ou tem a sua própria empresa, também terá grandes vantagens porque seus clientes lembrarão positivamente e muito mais rápido de você, e suas chances de fechar negócio serão mais altas.

Trabalhar uma Marca Pessoal é um trabalho sério que requer autoconhecimento, comprometimento, determinação e foco. Conheça algumas das ações que podem ajuda-lo a formar uma Marca Pessoal positiva:

  1. Defina seus objetivos: para traçar uma estratégia você precisa definir seu alvo. De preferência, defina metas para várias áreas da sua vida: profissional, familiar, saúde, social, espiritual, relacionamentos, etc. É importante, inclusive, determinar suas metas financeiras, porque isso determinará também o valor e a força que sua marca deverá ter, e o esforço que deverá empreender. Em meu livro “Motivação Sem Truques”, ensino detalhadamente técnicas para planejar com detalhes seu futuro.

 

  1. Conheça o seu diferencial: não importa se você é graduado, pós-graduado, etc, a questão é que as universidades lançam semestralmente no mercado profissionais com o mesmo nível de conhecimento. Entretanto, você tem um diferencial e deve detectá-lo. O que você percebe que os outros não percebem? O que você faz melhor que outras pessoas? e como isso pode ser uma vantagem profissional para você? Se a dificuldade em perceber seu diferencial persistir, peça ajuda a seus familiares e amigos. Peça para que escrevam três características que eles percebem em você e que possam servir de diferenciais em sua profissão. Converse com eles, bata um papo honesto com seus amigos e peça sugestões de melhoria. Você pode se surpreender com esse feedback. Pense também em criar algo diferente!

 

  1. Construa uma marca forte: isso significa que você deve mostrar de forma clara o que você faz e como faz. As pessoas devem identificar rápido o seu diferencial. Marca forte é marca lembrada, você deve pensar em formas de expor a sua marca para as pessoas que sejam interessantes para você.  

 

  1. Alinhe a sua marca: tudo o que se relaciona a você diz respeito à sua Marca Pessoal. Credibilidade é um fator fundamental para a confiança e sucesso de sua marca. Pessoas confiam em pessoas que fazem o que dizem que fazem. Se você deseja passar credibilidade, deve ser pontual e, uma vez que se comprometeu com algo, deve cumprir. Observe também como está sua imagem nas redes sociais, que tipo de informação você compartilha e curte, que tipo de postagens você faz, e pergunte-se se está alinhado aos valores que você deseja transmitir. Observe também se é fácil detectar o que você faz, ou o que você vende.

 

  1. Identifique seus clientes potenciais: se você é assalariado e pretende permanecer nesse mercado, seus clientes potenciais são pessoas que trabalham em outras empresas, elas são como pontes que podem te indicar para outros lugares. Observe quem são esses profissionais, que tipo de lugar eles frequentam, seus hábitos, etc. Se você é profissional liberal identifique seus clientes: quem são, onde moram, faixa etária, como gastam e quanto gastam, etc. Faça um raio-x de seus clientes e separe-os por categoria, isso o ajudará a encontrar os seus clientes, e ajudará a direcionar suas ações para cada tipo de cliente.

 

  1. Divulgue a sua marca: não adianta fazer tudo direitinho, construir uma boa marca e… se esconder. Lembre-se: quem é visto é lembrado! Quanto mais o seu cliente tiver contato com você, mais ele lembrará de você e mais afinidade, familiaridade e confiança ele terá em você. E ele também precisa te encontrar quando precisar dos seus serviços/produtos e também quando indicar seus serviços a outrem. Portanto, tenha sempre a mão um cartão de visitas, um folder explicativo sobre o seu trabalho, um website, crie um mailing. Use ferramentas gratuitas online para se fazer presente como blog, facebook, instagram, twitter, etc. Pense em formas ativas de encontrar seus clientes: liste eventos, entidades, comunidades, grupos, etc, e vá de encontro a eles.

 

  1. Trabalhe a manutenção dos relacionamentos: uma vez feito o contato com clientes e potenciais clientes, é importante trabalhar a manutenção. Telefonemas de aniversário, cartões, e-mails informativos e úteis, são algumas das estratégias que podem ser utilizadas. Mas o melhor de todos é realmente fazer amigos de forma sincera, assim você ganha em dobro. Amigos têm a chance de te conhecer melhor e, se você for confiável, com certeza terão prazer em te indicar.

 

Essas são apenas algumas dicas para você começar a pensar sobre a sua Marca Pessoal e como deixar uma marca forte e positiva na vida das pessoas, e trazer contribuição para a sociedade através do seu talento e do seu trabalho. Boa sorte!