Fome do Corpo X Fome da Alma

Por Meiry Kamia*

Quando nosso corpo sente fome, comemos e a fome passa. Mas quando é a nossa alma que sente “fome”, sentimos angústia e ansiedade. Comemos, mas a fome nunca passa. Confundimos ‘angústia da alma (carência de vida)’ com ‘fome do corpo (carência de alimento)’. E assim, alimentamos desnecessariamente o corpo enquanto nossa alma definha de fome.

O verdadeiro alimento de nossa alma é a VIDA! Alma não se alimenta do que recebe do mundo e sim com o que é capaz de dar ao mundo. Alma alimentada é aquela que está conectada com sua missão de vida, que está plena de felicidade por ser capaz de reconhecer em si mesma seus talentos e oferecer o seu melhor ao mundo. Alimentamos a alma quando beneficiamos as pessoas com nossas gentilezas, palavras e ações.

A alma se alimenta de novas experiências, e fica feliz quando aceitamos enfrentar novos desafios, porque é somente dessa forma que oferecemos a ela o prato principal das experiências da vida: a sabedoria.

Privamos a alma de seu precioso alimento toda vez que dizemos “não” às experiências de crescimento: Quando, por orgulho, nos recusamos a dialogar para resolver algum conflito; quando nos fechamos para novos relacionamentos por medo de sofrer; quando insistimos em permanecer na zona de conforto por pura preguiça de tentar mudar; quando sucumbimos ao medo de abrir nosso próprio negócio por medo do fracasso; quando colocamos as expectativas dos outros à frente dos nossos sonhos; quando deixamos a preguiça e o medo reinarem em nossas vidas.

Alimentar a alma significa tomar as rédeas da vida, mergulhar nas experiências que ela nos traz, enfrentar os desafios com coragem, observando sempre se sua conduta espelha a pessoa que deseja ser. Por exemplo, se você valoriza a honestidade e a transparência, será que seus comportamentos espelham esses valores? Quando você tem algum problema com alguém, você costuma falar pelas costas? Ou resolve o problema diretamente com a pessoa?

Observar esse alinhamento entre o ser humano que você deseja ser e aquele que você mostra na prática é importante, pois ajuda a direcionar escolhas e alinhar a conduta através da consciência e responsabilidade. Dessa forma, geramos autoconfiança e saciamos de verdade a nossa alma.

*MEIRY KAMIA – Palestrante, Psicóloga, Mestre em Administração de Empresas, Graduanda em Teologia, Consultora Organizacional. Também é ilusionista, premiada como melhor mágica feminina da América Latina. Desenvolve palestras motivacionais e treinamentos diferenciados, aliando Arte Mágica, Teatro e Psicologia. Site: www.meirykamia.com; contatos: 11-2359-6553; [email protected]